Nesse último 16 de Janeiro, o Facebook nos prometeu um brinquedo novo, muitos especularam sobre um telefone mas o que recebemos foi a promessa de um serviço de Busca Social, ou algo como um cartão de “Vale Presente” mas para ser usado somente num futuro próximo…, mas mesmo assim o Facebook Graph Search chega ao mercado cheio de promessas.

Claro que o potencial de interação, e desenvolvimento de novos serviços com base em relacionamentos e temas de interesse comum é enorme, confiram o vídeo do pré lançamento do Graph Search.

Ainda não existe uma data de lançamento, pois o serviço tem como foco o próprio Facebook e os relacionamentos de cada rede de usuários, e somente sem bugs e problemas de integração, deve ser liberado para testes para alguns usuários para então ser integrado aos demais serviços, primeiro em inglês e depois idioma por idioma.

Uma das surpresas é que o sistema vai rodar com tecnologia Bing da Microsoft, que promete desenvolver aplicativos para os usuários da rede social, como estratégia de tráfego e publicidade para os 2 gigantes envolvidos, o que Zuckerberg chamou na apresentação de via de mão dupla.

Mas afinal o que é o Graph Search ?

Podemos dizer que é um serviço de buscas e pesquisas interno do Facebook, um tipo de busca social, com ferramentas para facilitar na procura de pessoas e conteúdos, onde de acordo com sua rede de relacionamentos, os resultados se apresentarão de forma integrada à ferramenta. Ou seja, os resultados serão diferentes para cada usuário.

Por exemplo: para descobrir quem gosta de um esporte como basquete na cidade de São Paulo, você pode simplesmente digitar, ” amigos que gostam de basquete em São Paulo”, que o serviço mostrará em janela à parte a lista de amigo por amigo que gosta do esporte, incluindo o evento que fez com que ele fosse incluindo na busca pela ferramenta, em outras palavras, poderemos saber quando e o que cada um deles curtiu ou compartilhou sobre Basquete.

O impacto na privacidade dos usuários pode ser grande, e saber usar bem as funções de segurança será muito importante, acredito que vai funcionar bem e ser útil nas ações de promoção e publicidade no Facebook, com resultados relevantes também para os usuários comuns, em especial aqueles com redes de muitos amigos e relacionamentos.

Para as marcas com presença e criatividade no universo digital, o serviço deve se tornar um aliado na busca de um relacionamento mais real e personalizado com os internautas.

A briga com o Google vai ser boa, pois nos Estados Unidos o buscador e seus sites fecharam 2012 com 57% de participação em publicidade móvel e digital, com o Facebook atingindo inéditos 9%, o que representou 84% do seu faturamento estimado em US$ 5 Bilhões de acordo com o eMarketer.

Ficamos no aguardo dos testes e liberação dos serviços para confirmar as expectativas e dividir com vocês aqui no Blog.

Busca Social no Facebook